Defendida em 14/03/2017. Resumo: Este estudo objetivou descrever por meio da percepção dos agricultores a atividade agrícola familiar praticada no 5º Distrito, município de São João da Barra, estado do Rio de Janeiro; a existência de manejo tradicional que permite o uso do solo para fins de agricultura; e a possível ocorrência de processo de salinização do solo e dos recursos hídricos decorrente da construção do Complexo Logístico Industrial do Porto do Açu (CLIPA) na região. Dentre os métodos etnográficos foram utilizados a observação participante, o diário de campo e realizadas 50 entrevistas etnográficas por meio da aplicação de questionário semiestruturado com representantes locais das instituições agrícolas e agricultores familiares locais. O método da Triangulação foi utilizado para análise dos relatos bem como a técnica de informações repetidas em situação sincrônica. Os agricultores da região são principalmente do sexo masculino com baixa escolaridade. As principais lavouras envolvem os cultivos de maxixe, quiabo e abacaxi, além de folhas como couve e alface. Poços artesianos/bomba elétrica/mangueira pressurizada e sistema de aspersão convencional são utilizados na irrigação. O conhecimento tradicional sobre a agricultura familiar foi desenvolvido ao longo de anos e repassado dentro do núcleo familiar. Devido à baixa fertilidade do solo do norte fluminense os agricultores utilizam adubo químico, orgânico e lodo de cana de açúcar para fornecer nutrientes aos cultivos. O manejo tradicional para a conservação do solo é praticado por meio de técnicas de pousio e rotação de culturas junto à adubação mista e irrigação. Na percepção dos agricultores a salinização do solo e dos recursos hídricos foi intensificada após a instalação do CLIPA. Tal fenômeno interfere de maneira negativa nos cultivos e causam prejuízo financeiro às famílias de agricultores que dependem da atividade. Estudos geográficos, etnográficos, pedológicos e limnológicos devem ser realizados na região a fim de buscar soluções para os conflitos entre agricultura familiar e CLIPA por meio das demandas das próprias populações. Diante deste cenário, o poder público, a iniciativa privada responsável pelo CLIPA e as instituições de pesquisa da região devem planejar o desenvolvimento sócio-econômico-cultural com a participação das localidades interessadas a fim de manter a qualidade de vida local. Os resultados dessa pesquisa apontam para consequências atuais das novas dinâmicas socioeconômicas regionais sendo necessárias proposições de políticas públicas específicas a esta realidade, principalmente àquelas ligadas a conservação dos recursos hídricos e solos, além de suas manutenções.

Abstract

This study aimed to describe through the perception of farmers and family farming practiced in Açu district, São João da Barra, Rio de Janeiro State; the existence of traditional management that allows the use of land for agricultural purposes; and the possible occurrence of salinization of soil and water resources process resulting from the construction of the Logistic Industrial Açu Port Complex (CLIPA) in the region. Among the ethnographic methods were used participant observation, field diary and conducted 50 ethnographic interviews through semi-structured questionnaire with local representatives of agricultural institutions and local farmers. The method of Triangulation was used for analysis of the reports as well as the technique of repeated information in synchronic situation. Farmers in the region are mainly males with low education. The main crops involve gherkin crops, okra and pineapple, and leaves like cabbage and lettuce. Artesian wells/electric pump/pressurized hose and sprinkler system are used for irrigation. The traditional knowledge of family farming has been developed over years and passed on within the family. Due to low fertility of soil the farmers use chemical fertilizers, organic and sugar cane sludge to provide nutrients to crops. The traditional management for soil conservation is practiced through fallow techniques and crop rotation with the mixed fertilization and irrigation. In the perception of farmers to soil salinization and water resources was intensified after installing CLIPA. This phenomenon affects negatively the crops and cause financial loss to the families of farmers who depend on activity. Geographical, ethnographical, soil and limnological studies should be conducted in the region in order to seek solutions to conflicts between farming family and CLIPA through the demands of their own populations. In this scenario, the government, the private sector responsible for CLIPA and research institutions in the region should plan the socio-economic and cultural development with community participation interested in order to maintain the quality of local life. The results of this research point to current consequences of the new regional socioeconomic dynamics are required for specific public policy proposals to this reality, especially those related to conservation of water and soil resources, and their maintenance.

Recuar


Download Versão PDF

Aluno:  Raquel da Silva Paes
Orientador:  Dra. Camilah Antunes Zappes

Banca Examinadora:

    • Dra. Camilah Antunes Zappes
      PPG Geografia / UFF Campos
    • Dra. Elzira Lúcia de Oliveira
      PPG Geografia / UFF Campos
    • Dra. Marina Satika Suzuki
      UENF


Data da Defesa:  14/03/2017 09:00
Local da defesa: Sala 202, Bloco F, Campus UFF Campos