Defendida em 30/03/2017. Resumo: Esse trabalho objetivou identificar graus de riscos a escorregamentos e inundações e grupos de vulnerabilidade social na área urbana do município de Viçosa, estado de Minas Gerais, através da utilização de Processamento Digital de Imagens e Sistemas de Informações Geográficas (SIGs). O embasamento metodológico consistiu na aplicação da Álgebra de Mapas atribuindo pesos para os fatores e suas respectivas classes, sendo que essa ponderação foi estabelecida de acordo com a relevância que cada fator e classe apresentam frente aos riscos em questão. Os mapas de Uso e Cobertura da Terra, Declividade e Compartimentação Geomorfológica constituíram a hierarquização dos riscos, enquanto as variáveis de densidade populacional e distribuição de renda média, extraídas do Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), definiram os grupos de vulnerabilidade social. Chegou-se, portanto, a classificação de Risco Alto (Grau 3), Risco Médio (Grau 2) e Risco Baixo (Grau 1) e Vulnerabilidade Alta (Grupo 3), Vulnerabilidade Média (Grau 2) e Vulnerabilidade Baixa (Grupo 1) para a área urbana. Os resultados permitiram apontar áreas que são de estado prioritário, áreas de alto risco (Grau 3) e de vulnerabilidade alta (Grupo 3) que, somadas, representam cerca de 40% da população total residente na área urbana de Viçosa. As técnicas de geotecnologias, junto à metodologia aplicada, constituem importante ferramenta para subsidiar os planejamentos aplicados às medidas preventivas e mitigadoras de riscos de desastres naturais.

Abstract

This work aimed to identify degrees of risk to landslides and floods and social vulnerability groups in the urban área of the municipality of Viçosa, state of Minas Gerais, through the use of Digital Image Processing and Geographic Information Systems (GIS). The methodological basis consisted in the application of Map Algebra by assigning weights to the factors and their respective classes the weighting was established according to the relevance that each factor and class present to the risks in question. The Use and Land Cover, Declivity and Geomorphological Compartmentation maps constituted the hierarchy of risks and the population density and mean income distribution variables, extracted from the Demographic Census of 2010, accomplished by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) defined the groups of social vulnerability. Therefore, it was the classifications of High Risk (Grade 3), Medium Risk (Grade 2) and Low Risk (Grade 1) and High Vulnerability (Group 3), Medium Vulnerability (Grade 2), and Low Vulnerability for urban area. The results allowed to point out areas of priority status, areas of high risk (Grade 3) and high vulnerability (Group 3), which together represent about 40% of the total population living in the urban area of Viçosa. The geotechnologies techniques, together with applied methodology, are one important tool to subsidize the planning applied to natural disaster risk prevention and mitigation measures.

Recuar


Download Versão PDF

Aluno:  Cinthia Maria Amaral
Orientador:  Dr. Cláudio Henrique Reis

Banca Examinadora:

    • Dr. Cláudio Henrique Reis
      PPG Geografia / UFF Campos
    • Dr. Raul Reis Amorim
      PPG Geografia / UFF Campos – IG / UNICAMP
    • Dr. José Augusto Ferreira
      IFF


Data da Defesa:  30/03/2017 14:00
Local da defesa: Sala 202, Bloco F, Campus UFF Campos