Contribuição aos estudos geomorfológicos e sedimentológicos na lagoa de Carapebus, RJ

Defendida em 15/06/2016. Resumo: As formações lacustres são arquivos relevantes na análise sedimentar, pois conservam os registros disponíveis para estudo e interpretação, devido ao seu potencial de reconstrução climática e paleoambiental gerados pelas forçantes que atuam ao longo do tempo como clima, embasamento rochoso, atividade tectônica e vulcânica, vegetação, biota aquática e atividade humana. Dessa forma, a análise de sedimentos acumulados em ambientes lacustres se constitui numa “memória” do ecossistema que permite intepretação por meio de metodologia específica. Visando contribuir aos estudos desenvolvidos na área sedimentológica, esse trabalho buscou contribuir no avanço de estudos sobre a área da lagoa de Carapebus, localizada no Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, litoral Norte do Rio de Janeiro, no que se refere às análises sedimentológicas e geomorfológicas. A metodologia adotada foi composta de revisão bibliográfica, coleta e análise granulométrica, morfométrica e geoquímica de sedimentos, mapeameanto da área, elaboração de gráficos e tabelas, entre outros que permitiram a interpretação dos dados. A partir disso, concluiu-se que a formação geológica e geomorfológica da lagoa ligada ao complexo deltaico do Rio Paraíba do Sul sobre extensa planície Quaternária, teve papel relevante na sedimentação da lagoa em questão. A maioria das amostras, embora com exceções, revelou o silte como granulometria principal. Nesse sentido, o IAQ (Índice Químico de Alteração das amostras) permitiu inferir sobre o grau de intemperismo das mesmas e associado ao
mapeamento geomorfológico foi possível concluir que os sedimentos mais grossos das amostras ainda estão sendo retrabalhados pelo tempo e ação do vento.

Abstract


The sedimentary lacustrine formations are relevant records in the sedimentary analysis because they retain the available records for study and interpretation, due to their potential for climate and paleoenvironmental reconstruction generated by forcing working over time as climate, rocky basement, tectonics and volcanic activity, vegetation cover, aquatic biota and human activity. Thus, the analysis of lacustrine sediments constitutes a “memory”, which permits interpretation of the ecosystem through specific methodology. This study sought to contribute to the advancement of sedimentologicalstudies on the area of Carapebus lagoon, located in the Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, northern coast of Rio de Janeiro, which refers to sedimentological and geomorphological analysis. The methodology consisted of a literature review, sediment sampling and analisys: particle size analysis, morphometric and geochemistry of sediment; geomorphological mapping, and elaboration of charts and tables. It was concluded that the geology and geomorphology have played an important role on the sedimentation processes of the lagoon, connected to the deltaic complex of the Paraiba do Sulriver on extensive Quaternary plain. Most samples, although with exceptions, showed silt granulometry. In this sense, the CIA (Chemical Index of Alteration) allowed to infer the degree of weathering of the samples and associated with the geomorphological mapping, it was concluded that the coarser sediment are still being reworked by time and wind.

Recuar


Download Versão PDF

Aluno:  Sueleni Carvalho Santos
Orientador:  Rosemary Vieira
Co-orientador:  Humberto Marota

Banca Examinadora:

    • Dr. Humberto Marota
      PPG Geografia / UFF Niteroi
    • Dr. Eduardo Manuel Rosa Bulhões
      PPG Geografia / UFF Campos
    • Dr. Rodrigo Coutinho Abuchara
      UERJ


Data da Defesa:  15/06/2016 13:00
Local da defesa: Sala 202, Bloco F, Campus UFF Campos

Comentários estão fechados